Empréstimo

Como fazer financiamento com nome sujo

Financiamento com nome sujo – Muitos brasileiros acabam se endividando  por diversos motivos, e essas dívidas acaba incluindo os consumidores inadimplentes nos órgãos credores de créditos (SPC e SERASA).

Esse artigo tem a finalidade de explicar como fazer financiamento com nome sujo. Continue a leitura para mais informações sobre empréstimos e financiamentos, mesmo com o nome incluso no SPC e SERASA.

Não é aconselhável pagar dívidas fazendo outras dívidas, exemplo: Solicitar um empréstimo para cobrir a dívida do cartão de crédito. Essa é uma prática comum que deve ser utilizada quando não houver outras oportunidades para quitar as dívidas.

Como funciona o financiamento

O financiamento é o ato de solicitar um empréstimo no banco, mas é destinado à aquisição de um bem específico. Esses “crédito” que é concedido pelas instituições financeiras poderá ser utilizado pela pessoa física ou jurídica. Ao solicitar o financiamento, antes de fechar o contrato o consumidor/cliente deverá especificar o que será financiado.

Leia também:

Diferença entre empréstimo e financiamento

O ato de financiar é utilizado quando já há um bem em vista, em algumas ocasiões é possível fazer o  financiamento com nome sujo, vai depender do banco e do nível de confiança que o banco tem no cliente (geralmente essa confiança é conquistada com as operações bancárias realizadas ao decorrer do tempo).

Já o empréstimo é um valor que poderá ser utilizado como o cliente quiser. Não é necessário especificar como o valor será gasto.

É bom ficar atento às taxas de juro que podem ser muito altas para ambas modalidades de crédito, principalmente para o financiamento, quando é aplicado juros abusivos.

Algumas empresas prometem liberar o financiamento com nome sujo, porém, muitas já foram processadas por fraudes, ou juros acima do permitido, agindo de má fé com pessoas leigas em momento difíceis.

financiamento com nome sujo

Veja abaixo quais são as maneiras seguras para conseguir fazer um financiamento mesmo como nome sujo, incluso no SPC e SERASA.

C0mo fazer financiamento com nome sujo

É seguro afirmar que o financiamento é o modo mais rápido para se adquirir um bem. Algumas pessoas optam pelo modalidade de consórcio, o que requer um tempo maior e também será necessário uma certa quantia, caso não seja contemplado pelo sorteio eletrônico.

O consórcio funciona da seguinte forma: O cliente paga mensalmente o valor da carta. O bem pode sair com um lance ou através do sorteio… geralmente esses lances variam entre 20,25,30,40 % do valor da carta (esses valores variam).

Veja mais como funciona o consórcio através deste link.

Vale deixar claro que o banco acaba criando uma certa confiança nos clientes fidelidade. Essa confiança e “crédito” é concedida após transações financeiras rotineiras, seguros, aquisições de produtos do banco e as fidelizações.

Quando isso ocorre, o cliente já passa a ter um contato mais direto com o seu gerente, conseguindo alguns benefícios, pulando as burocracias; É nesse caso que o financiamento com nome sujo é concedido, pois o contato já não será entre cliente e sistema, mas sim pela intermediação do gerente da operação.

Outro jeito de fazer financiamento com nome sujo é se o cliente for aposentado, pensionista ou servidor público. As empresas dão prioridades às essas categorias, pois há uma certa “segurança” de pagamento do financiamento, uma vez que o valor será descontado diretamente da conta do cliente.

Sobre o autor

DR8YJ890Ha

Deixe um comentário